Uma dica pra contornar a recessão econômica: “É preciso atenção ao ir à farmácia!”

Onde é mais caro e mais barato comprar medicamentos no Brasil?

estatinas5

No Brasil, o preço de um remédio fabricado no mesmo laboratório pode variar 434%. É o que revela levantamento do Instituto de Ciências Tecnológicas e Qualidade Industrial (ICTQ) obtido em primeira mão por EXAME.com.

A pesquisa revela o maior e o menor preço de Paracetamol (Tylenol), Dipirona (Novalgina), Ácido acetilsalicílico (Aspirina), Diclofenaco de potássio (Cataflam), Nimesulida (Nisulid) e Clonazepam (Rivotril) encontrado em 433 farmácia de 18 capitais do país.

Entre os seis medicamentos, o que lidera com a maior diferença de valores é o analgésico Novalgina, utilizado no tratamento de dores e febre.

Em Belo Horizonte, o remédio chega a ser comercializado por R$ 8,70. Já em São Paulo, é possível comprar o mesmo produto pelo (salgado) valor de R$ 46,50 – uma diferença superior a 400%.

Em nota, o Instituto informa que é preciso ter atenção na hora de ir na farmácia. “Neste momento de recessão econômica, o consumidor brasileiro precisa redobrar a atenção quanto aos preços dos remédios ofertados nas farmácias e drogarias em todo o país”, diz o texto.

Fonte: http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/onde-e-mais-caro-e-mais-barato-comprar-remedios-no-brasil

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to Top