Saúde mental das pessoas que vivem com HIV em tempos da pandemia de COVID-19

Sem dúvida alguma, o vírus Sars-cov-2 causou um abalo mundial em um nível sem precedentes. O que se pode fazer para manter o equilíbrio diante dessas circunstâncias?

 

É fato que no meio da crise podemos descobrir que as pessoas possuem mais potencial do que usam, como por exemplo, manter-se em equilíbrio. Manter o equilíbrio não significa ficar rígido ou inerte. Pelo contrário, equilibrar exige muita maleabilidade e jogo de cintura. Atenção para as dicas:

 

Manter uma boa base de rotina em relação a seus cuidados e sua saúde:

Dessa forma, quando o vento soprar, como foi a chegada da covid-19, fica mais fácil não cair. Chamamos de base, nesse caso, o fato das pessoas que vivem com HIV, estarem com os cuidados em dia. Usando corretamente os medicamentos, alimentando-se bem, fazendo alguma atividade física, tendo um vínculo social e/ou alguém com quem possa contar e conversar… É importante manter uma rotina.

Portanto, o cuidado básico está ao alcance da própria pessoa. Se ela se mantiver ocupada, cuidando de si, deixará pouco espaço para ansiedade, depressão, síndrome do pânico e outros males. Então eles não tomarão conta da pessoa, mesmo que os apresentarem.  Se a pessoa não está se cuidando no básico, é hora de começar! O próprio nome já indica, base.

 

Envolver-se com tarefas que lhe permitam realização pessoal:

Muitas vezes a atividade profissional não basta e, então, há necessidade da pessoa descobrir algo que lhe dê satisfação e do qual possa enxergar início-meio-fim. O início, a construção (o meio) e a obra pronta (o fim). 

 

Resistir:

 

Resistir sempre, mesmo nos momentos muito difíceis. Resistir, principalmente, a ímpetos e pensamentos de desistência. E aceitar que as pessoas não podem controlar tudo, que o mundo é o que é e que as pessoas são como são. 

Pode não ser tão fácil, mas vale o esforço exigido, porque os comportamentos sugeridos acima dependem da própria pessoa e são eles que lhe darão sensação de controle e segurança. Corpo e mente são dois lados de uma moeda e saúde mental é uma situação que se conquista. Costumamos pensar que somos frágeis e que os males nos assolam… Mas não é assim. Existe em cada um de nós a força necessária para resistir e seguir. E saber-se capaz é um início!

Lembre-se:

Foto: Sally Garcia de Lima

Texto produzido por: Sally Garcia de Lima, psicóloga do SUS de Lagoa da Prata, MG.

Revisão: Luciana Silami Carvalho e Profa. Maria das Graças Braga Ceccato 

Edição e postagem: Mariana Dias Lula

Imagens:

  1. Meditation. Icons made by photo3idea_studio from www.flaticon.com
  2. Plant. Icons made by photo3idea_studio from www.flaticon.com

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to Top